Relações entre Católicos e Judeus - Falta um ajuste de contas!

domingo, 31 de janeiro de 2010

É sabido que o Vaticano encerra um denso vespeiro de intrigas e de segredos muito bem guardados, o seu arquivo documental histórico é de longe o mais rico e mais bem preservado no mundo inteiro, pena é que só a espaços e de forma minuciosamente controlada sejam dados a conhecer aos historiadores. 

O Vaticano é igualmente detentor de um legado de estranhos rituais seculares, por exemplo, quando a Cúria Romana escolhe um novo papa, é da praxe que o novo inquilino mor da Santa Sé, faça a sua apresentação institucional, convidando todos os membros do corpo diplomático creditado no Vaticano, assim como endereçando convites aos mais altos dignitários de outras instituições, entre as quais, instituições eclesiásticas, tudo num cerimonial cheio de misticismo. Apesar de algumas excentricidades, algumas coisas mudaram nestas cerimónias, desde o concílio Vaticano II, por exemplo, João Paulo I, surpreendeu todos os presentes quando, na tomada de posse do cadeirão de São Pedro, evitou enfiar a tiara cravejada de esmeraldas, ritual simbólico muito similar às coroações régias. O concílio Vaticano II, pôs igualmente fim à prática medieval do papa ser transportado em ombros numa espécie de andor, semelhante aos rajás da Índia imperial.

No entanto há rituais que se mantiveram, um dos mais curiosos e misteriosos, prende-se com o chefe da Sinagoga Judaica de Roma. Segundo consta, era uma tradição secular que o rabino de Roma, entregasse um envelope ao recém eleito papa na cerimónia da sua tomada de posse. Ao que de imediato e seguindo a mesma tradição, o papa devolveria o envelope, demonstrando repulsa indisfarçável pela oferta. Isto era mesmo uma tradição e pelos vistos foi mantida durante muitos anos, até que Bento XVI quebrou com ela.

O que continha de tão misterioso o envelope, para ser devolvido de forma tão protocolar e apressada?

Este era um dos segredos mais bem guardados no Vaticano, apenas o cardeal  venerável mais fidedigno conhecia o seu conteúdo e este segredo só era passado para o cardeal seguinte na sucessão da fidelidade. Era de tal modo sigiloso o conteúdo do envelope, que o papa só era alertado em surdina, pelo cardeal  detentor da informação, para devolver o envelope ao rabino, no mesmo instante em que o recebia e desconhecia de todo o que lá estava dentro, mas tradição é tradição, ritual é ritual, no Vaticano isso é levado ao extremo preceito, sem interrogações, mesmo que o intrigado seja o papa.
Ora esta tradição de passar o segredo de cardeal para cardeal foi mantido durante muito tempo, até que  quando Pio XII morreu, o seu cardeal mais próximo morreu pouco tempo depois, sem ter passado a informação ao seu sucessor, apesar disto, os papas que sucederam a Pio XII, desde João XXIII a João Paulo II, mantiveram a tradição de devolver o envelope, mesmo sem saber qual a razão da devolução.
Tal como disse atrás, a tradição no Vaticano é para levar mesmo a sério sem questionar, no entanto Bento XVI viria a quebrar com essa tradição na cerimónia da sua investidura. Perante o olhar incrédulo de toda a comitiva de notáveis que estava presente e mesmo perante a estupefacção do rabino, o novo patriarca da Igreja de Roma, aceitou o envelope sem mais delongas, movido pela incontinência da curiosidade, Bento XVI queria saber qual era o conteúdo misterioso do envelope.

Foi então que, conjuntamente com um cardeal alemão da sua confiança, num encontro muito privado, resolveram verificar o conteúdo de tão enigmático invólucro. Foi com grande surpresa que verificaram a existência de um documento gasto pelo tempo e numa escrita indecifrável.
Bento XVI convocou então eminentes linguistas ao Vaticano, para ajudar a descodificar o conteúdo do documento. Após estudos exaustivos os especialistas concluíram que se tratava da conta da Última Ceia, que por alguma razão que se perdeu no tempo, não terá sido paga.
Pois bem, até ao momento este artigo esteve no domínio da especulação conspirativa e eventualmente pode  ou não ser imperfeito na veracidade, até dou isso de barato. O que me levou a dissertar sobre isto foi este artigo de opinião, que por sua vez se inspirou na narrativa de Jean-Claude Carriére, que está contida no livro "Contos filosóficos do mundo inteiro". 

Vamos imaginar que pode ser verdade tudo o que escrevi anteriormente, poderia-mos ser tentados a especular sobre a pertinência de mais esta suposta dívida católica para com os Judeus (não esquecer a dívida moral da cumplicidade que o silêncio do Vaticano teve para com os Judeus vitimas do  holocausto Nazi) e a sua relação com os conflitos milenares, quase genéticos, que existiram entre Católicos e Judeus ao longo da história, pelo menos desde que o Cristianismo se disseminou.

Já imaginaram qual seria o valor actual desta dívida, cuja mora se situa em mais de 2000 anos?

Houve alguém  com muito sentido de humor e com muita matemática à mistura, que se entreteve a fazer os cálculos em reais do Brasil. A conta que foi obtida é no mínimo exorbitante, para não dizer que os números só são comparáveis aos números que se usam em astronomia para medir distâncias entre estrelas da nossa galáxia.
Compreendendo a tenacidade com que os Judeus e o Vaticano defendem os seus negócios, não me espantariam duas coisas: 

- Que o Vaticano nunca venha a pagar esta suposta dívida. Parece-me absolutamente natural, aliás não sei até, se à luz do direito internacional a dívida já não terá prescrito.

- Que os Judeus jamais deixarão de reivindicar este crédito dos herdeiros de Cristo, tal como os monárquicos Portugueses jamais deixarão de reivindicar a soberania territorial do estado português sobre Olivença. Sabem ambos que nuca irão cobrar as suas dívidas, apesar disso, lutar contra os moinhos de vento  faz-lhes bem ao ego. Sendo que no caso dos Judeus, este crédito sobre os católicos, até lhes dará algum conforto,  na  justificação moral para a delação de Jesus, que lhes é  historicamente imputada.

Concluindo, apesar de para o lado dos Judeus o dinheiro não ser problema de escassez, eles criaram o sistema financeiro e sempre controlaram a alta finança, a verdade é que por isso mesmo, se tornaram gananciosos e não vão conceder o perdão da dívida e nem sequer vão desistir  dos juros de mora, esperem para ver... Nisto a Santa Sé ainda tem muito que aprender e por causa desta dívida, não é de esperar igualmente que as relações entre o Vaticano e os Judeus passe da podridão em que se encontra, apesar de todas as tentativas que tem havido em demonstrar o contrário.

Entre Judeus e Católicos faltam ainda ajustar umas continhas...

Read more...

Bento XVI pede à Igreja que tudo faça para não anular casamentos


Este apelo desesperado do papa para que os matrimónios abençoados pela igreja sejam eternos, não é nada de novo e é coerente com os princípios que a Igreja sempre defendeu. Esta posição em si mesma não é censurável, só se casa pela igreja quem quer. Os nubentes que optem por casar livremente nesta instituição, têm que sujeitar-se aos códigos de conduta ético-religiosa que lhes são impostos, até aqui parece-me lógico.

O que já não me parece tão razoável é que a Igreja que tanto propala o amor e a felicidade como mensageiros da perfeição cristã, não veja no divórcio um acto misericordioso de se redimir dos equívocos que resultam das suas bençãos e privem os crentes da felicidade terrena.

Será preferível haver casais mal aventurados do que haver casais separados mas felizes?

A questão colocada desta forma até poderá ser muito superficial, mas com franqueza não consigo entender porque é que na perspectiva da Igreja, é mais importante que as pessoas atinjam a subjectividade da felicidade etérea, ditada pelo arcaismo dos seus cânones, do que  se sintam afortunados na vivência e na regência dos seus afectos terrenos.

Isto poderá suscitar algumas interpretações de índole teológica, mas não invalida o paradoxo e sobretudo, a falta de objectividade que vai norteando a secularidade e a intemporalidade do poder da igreja. Não será à toa que cada vez mais pessoas, que até foram baptizadas, comungadas e crismadas pela Igreja optem unicamente pelo casamento civil.

Leiam esta passagem da bíblia e percebam porque é que a fonte de inspiração para a  figura da indissolubilidade do casamento, tem um carácter fortemente misógino (repressivo para as mulheres).

(Carta aos Romanos 7,2-3)
 "Assim, a mulher casada está sujeita ao marido pela lei enquanto ele vive; mas, se o marido morrer, fica desobrigada da lei que a ligava ao marido. 3. Por isso, enquanto viver o marido, se se tornar mulher de outro homem, será chamada adúltera. Porém, morrendo o marido, fica desligada da lei, de maneira que, sem se tornar adúltera, poderá casar-se com outro homem.” (Rm 7,2-3)

(1ª Carta aos Coríntios 7,10-11)
"Aos casados mando (não eu, mas o Senhor) que a mulher não se separe do marido. 11. E, se ela estiver separada, que fique sem se casar, ou que se reconcilie com seu marido. Igualmente, o marido não repudie sua mulher. ”

Repare-se na particularidade de que para o "Senhor" é preferível que a mulher fique sem se casar, se estiver separada, do que procure melhor sorte noutro casamento. Mas, o mais extraordinário é que, enquanto  o "Senhor" impõe à mulher uma série de obrigações e mandamentos, ao homem apenas se "exige" de forma ligeira que não repudie a sua mulher.

Para a Igreja, as propriedades do casamento são a unidade, a fidelidade recíproca  e a indissolubilidade, é extraordinário que em nenhum momento se fale da felicidade conjugal, isso deve ser coisa para alcançar só depois da morte...

Read more...

EPICA - Banda está de regresso a Portugal!

sábado, 30 de janeiro de 2010

A banda holandesa de metal sinfónico Epica está de volta a Portugal depois do memorável concerto do Verão passado, integrado no Vagos Open Air'09.

A banda que tinha o concerto agendado para o passado dia 1 de Novembro no pavilhão do "Incrível Almadense, viu-se obrigada a adiar o espectáculo por problemas de saúde da deslumbrante vocalista Simone Simons.

A nova data está agendada para o dia 28 de Março de 2010, pelas 21 horas, também no pavilhão do "Incrível Almadense", a primeira parte irá estar a cargo da banda TBC.




Os bilhetes do primeiro espectáculo que foi adiado serão válidos para este novo concerto, sendo que quem quiser adquirir um novo ingresso terá que desembolsar  a módica quantia de 20 Euros, um preço bastante interessante. 

Uma excelente oportunidade para apreciar uma das melhores bandas do género ao vivo, sendo também uma oportunidade para apreciar, todas as qualidades de Simon Simons, uma das melhores vozes Mezzo-sopranas femininas do momento, para além de outros atributos que esta escultural diva da música ostenta e que não passam despercebidos a ninguém.
Os Epica farão a apresentação do seu novo trabalho de estúdio "Design Your Universe" cujo video de promoção "Unleashed" aqui deixamos.

Read more...

Tragédias Espaciais

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Na semana em que se completam 43 anos sobre a morte de 3 astronautas da missão Apollo 1 e 24 anos sobre o desastre do vai-vém espacial Challenger, a Nasa presta homenagem a todos os homens e mulheres que perecerem no desempenho de missões espaciais.

No próximo dia 1 de Fevereiro completam-se igualmente 7 anos sobre o desastre no Columbia, que se desintegrou na atmosfera quando regressava de uma missão bem sucedida no espaço.

As desastres nos vai-vens espaciais Challenger e  Columbia vitimaram 14 tripulantes.

Cronologia dos principais desastres envolvendo missões espaciais:
  • 24 de Outubro de 1960  - Explosão na Base de lançamentos de Baikonour no Kazaquistão faz um número indeterminado de mortos na casa das centenas. 

  • 27 de Janeiro de 1967 -  Os astronautas Virgil Grissom, Roger Chaffee e Edward White morreram num um incêndio a bordo da nave Apollo I, ocorrido durante uma simulação de lançamento, no Cabo Canaveral.

  • 24 de Abril de 1967 - O cosmonauta soviético Vladimir Komarov soube em órbita que estava condenado. Acabaria por morrer durante a entrada da Soyuz 1 na atmosfera.

  • 21 de Fevereiro de 1969 - Um Foguete do projecto lunar soviético caiu sobre uma cidade depois de pouco mais de um minuto de voo, matando 350 pessoas. 

  • 30 de Junho de 1971 - Os três cosmonautas russos Georgy Dobrovolsky, Vladislav Volkov e Viktor Patsayev, depois permanecerem 24 dias em órbita morreram devido a despressurizarão da nave Soyuz T-11 ao regressar à Terra.  

  • 26 de Junho de 1973 -  9 pessoas foram mortas numa plataforma de lançamento soviética devido à explosão do foguete Cosmos 3-M. 

  • 18 de Março de 1980 - 50 técnicos do Centro Espacial Plesetsk, em Vostok, na Rússia, morreram por causa da explosão de um propulsor que recebia combustível. Este incidente só foi revelado em 1989. 

  • 28 de Janeiro de 1986 - O Vai-vém espacial Challenger explodiu 73 segundos depois da descolagem, causando a morte de todos os sete astronautas, que seguiam a bordo, incluindo Christa McAuliffe, que deveria ter sido a primeira professora no espaço. Os outros astronautas que morreram foram Francis Dick Scobee, Michael J. Smith, Ellison S. Onizuka, Judith A. Resnik, Ronald E. McNair e Gregory B. Jarvis. 
  •    7 de Setembro de 1990 - Parte de um foguete Titan, dos Estados Unidos, caiu de um guindaste e explodiu na Base Edwards, da Força Aérea dos Estados Unidos, produzindo chamas com até 45 metros de altura. Pelo menos uma pessoa morreu durante esse incidente. 
  • 25 de Junho de 1997 - Uma manobra mal calculada de acoplamento entre a Estação Espacial Russa MIR e um módulo de abastecimento faz com que os dois engenhos colidam. Os danos causados na MIR fizeram com que houvesse uma falha de energia e a estação começou a perder oxigénio. Felizmente os tripulantes, dois russos e um americano conseguiram debelar o problema, doutro modo somar-se-iam também às vitimas de desastres espaciais.
  • 15 de Outubro de 2002 - a Soyuz-U carregando o projeto Foton-M1 da ESA falhou durante o lançamento e explodiu, matando uma pessoas.

  • 1 de Fevereiro de 2003 - O Vai-vem espacial Columbia desintegrou-se em chamas a cerca de 63.000 metros de altitude sobre o estado do Texas, apenas um quarto de hora  antes de aterrar na Flórida. Estavam a bordo William McCool, Rick Husband, Michael Anderson, Kalpana Chawla, David Brown, Laurel Clark e Ilan Ramon, que era o primeiro astronauta israelita no espaço.
    As  causas do acidente deveram-se aos danos  no escudo térmico que protege a nave durante as reentradas na atmosfera, danos esses provocados por um pedaço do tanque de combustível sue se soltou após a descolagem  e atingiu a asa esquerda do aparelho.

  • 22 de Agosto de 2003 - uma explosão destrói o foguete brasileiro VLS-1 V03, durante os preparativos para o lançamento no Centro de Lançamentos de Alcântara,  fazendo 21 vitimas mortais entre engenheiros aeronáuticos e técnicos ligados ao projecto.

Read more...

Informação ao consumidor - Um bom exemplo a seguir!


TORRE DO FRADE – RESERVA 2005
Vinho Regional Alentejano - Tinto


Este é seguramente um bom exemplo a seguir pelos produtores e engarrafadores de vinhos, e como se constata não é estritamente necessário que exista uma legislação específica, para que o consumidor possa escolher o vinho em função do vedante que este utiliza. 

O "Feira das conspirações"  considera louvável a iniciativa desta empresa e instiga outros vitivinicultores a optarem por esta estratégia de marketing.
O consumidor agradece e a cortiça também.

Nota: Coloquei cá o nome deste vinho, porque foi o primeiro que tive conhecimento, que opta por dar a informação ao consumidor com uma indicação relativamente ao engarrafamento com vedante de rolha natural.

Este espaço está aberto e disponível para publicitar todos os que nos queiram fazer chegar ou dar a conhecer  produtos, que façam referência ao uso de vedantes de cortiça natural.

Read more...

The Antichrist - O Filme

Estreou nas salas de cinema, no passado dia 21,o novo filme do sempre polémico Lars von Trier. Este fileme teve estreia mundial no último Festival de Cannes e que valeu a Charlotte Gainsbourg o prémio de Melhor Actriz.

"Um casal em sofrimento refugia-se no «Éden», a sua cabana isolada na floresta, onde esperam reparar os seus corações desfeitos e o casamento que está em crise. Mas a natureza segue o seu caminho e as coisas vão de mal a pior…"

O dinamarquês Lars von Trier quase não consegue estrear um filme sem gerar intensa polémica à sua volta. «Antichrist» segue, assim, na mesma senda de «Os Idiotas», «Dancer in the Dark» ou «Dogville».
Agora é acusado de misoginia (ódio ou aversão às mulheres) e criticado pelo uso de violência sexual explícita.

"Let´s look at a trailer!"

Read more...

Seu mal agradecido!

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Belmiro chama ditador a Cavaco Silva

Cavaco já se precaveu de algumas diligências e promete sair em defesa da sua des(honra)

Read more...

FOCa-ssseee!!! O homem é mais famoso que o Alves dos Reis...

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Numa altura em que o sector corticeiro parece dar sinais de alguma retoma, não restam dúvidas que a sangria de desemprego verificada pelo Verão, parece já estar estancada, o que não significa que alguns  empresários não tenham ainda algumas unhas para desencravar.

Muitas destas situações escapam por completo ao comum dos trabalhadores do sector, é normal  que assim seja, a força de trabalho da indústria corticeira, não é um bom exemplo em matéria de conhecimentos e de informação adquirida.Também é evidente que este sector é uma espécie de estado dentro do estado, onde alguns empresários se permitem gerir as suas empresas tal como o faziam os capatazes para agradar aos senhores esclavagistas, a empresa CorksRibas é disso um bom exemplo, exemplo este que traduz fielmente as directrizes do grupo Amorim no reconhecimento dos direitos dos trabalhadores. Mas não é disso que vos vou falar, vou falar-vos de uma particularidade em que este sector se tem notabilizado ao longo de décadas.

Para além de produzir  e transformar cortiça em produtos nobres de excelência e qualidade, a indústria corticeira também tem produzido alguns dos mais notáveis ignomínios na arte e na ciência da vigarice. É bem ao estilo da máfia siciliana, que este submundo sombrio, sinistro e de podridão, floresce de vida como os cogumelos. Está povoado por alguns facínoras, cujos nomes me  escuso a denominar (este meio é muito poderoso e ainda me deitavam o blog abaixo) mas, que  toda a gente conhece excepto a justiça, é neste meio dizia eu, que se encontram os mais miseráveis pulhas que têm conspurcado o nome de todos os empresários sérios e honrados dentro do sector corticeiro.

Não pretendendo ser sensacionalista, vou revelar-vos uma premonição que tive nos últimos dias, se forem muito supersticiosos excluam a palavra premonição e substituam-na por intuição ou sexto sentido.

Pois bem, estou quase em condição de dizer que nos próximos dias vai rebentar um mega-escândalo financeiro envolvendo um mega-retalhista cá da região.

A partir deste momento, se os caros leitores tiverem alguma perspicácia perceberão de quem se trata, caso contrário usem a intuição que chegarão lá.

Não se trata de um retalhista de peles de foca, não nada disso, trata-se de um retalhista corticeiro, que tem focado muito a sua acção em vender gato por lebre aos lorpas e em comprar lebre por gato a alguns patos.

Só que alguns lorpas são menos lorpas do que os patos, e aqui começa o segundo acto da peça.

Há uns meses atrás o senhor Fernando Oliveira Cortiças, Lda. (FOC) pediu ao tribunal da Feira a insolvência  da empresa do seu amigo de sempre ACT, em causa estariam 30 milhões de euros de dívidas deste último.

Verdade seja dita, que o FOC era um mal menor numa imensidão de credores e de dívidas que rondavam os 80 milhões de euros na empresa ACT (isto era mais ou menos público).

O tribunal reconheceu razão ao senhor FOC e entregou-lhe a empresa do sr. ACT para que fosse feito um projecto de recuperação da empresa.

Até aqui nada de anormal, não fosse o facto do senhor FOC, também ele, ter arrebatado uma imensa legião de credores além da margem sul do rio Tejo.

Aliás, dizia-se por aqui que o homem teria a cabeça a prémio lá para as bandas do além Tejo.
Segundo consta, essa imensa legião de apaniguados e lesados corticeiros, desespera para lhe poder colocar as mão em cima do pescoço, já que não lhe podem chegar ao bolso, pelo menos aconchegavam-lhe a roupa ao pêlo.

Até aqui, para os mais informados e familiarizados com a indústria do pó da cortiça, nada disto será novidade.

O que vocês talvez não saibam é que a fama e principalmente o proveito que este senhor granjeou intramuros, trespassou já as fronteiras do país e até,  conseguiu passar o mar mediterrâneo em real cruzada por outros continentes.

O rol das façanhas sem qualquer desfaçatez deste senhor é imenso e agora vou passar a citar: 

Duas notas prévias:
1 - Se quiserem a tradução para português procurem no google translate, façam lá o vosso trabalho de casa, que também não é difícil. Este espaço não é nenhuma escola de ensino de línguas à distância para isso inscrevam-se na CEAC.


2 - A cadência destas informações é constante e diária, portanto,  se necessário for e eu entender que é de interesse, o Post será  também constantemente actualizado. Matutem com os vosso botões e tirem vocês mesmos as vossas ilações.

Comentário do dia 21/01/2010 - 1ª Parte
"Todos los comentarios demonizan a Abel da Costa Tavares.Alguien a pensado en que el único proovedor(fornecedor) de esta empresa ha sido los últimos años Fernando Oliveira Cortiças,lda y ha sido elprecusor de esta insolvencia.Saben los trabajadores y las autoridades que esta empresa no ha pagado a sus proovedores ni en España ni en Portugal y que todas las letras que le aceptó en su día Abel da Costa las descontó en los bancos.Saben que todo lo que ha hecho Fernando Oliveira Cortiças.Lda, ha sido culpar a Abel da Costa de sus males y de lo único que se ha preocupado es de salvaguardar du patrimonio.Saben que FOC se ha beneficiado de avales del estado por importe de más de cuatro millones de euros y actualmente está practicamente sin actividad y con deudas en la banca,proovedores etc. Conocen ustedes los problemas de FOC por fraudes fiscales continuados.
Ha Abel da Costa se le ha judgado,han sacado de la fábrica a el a su mujer,dos ancianos,y a su hijo,la pregunta es¿cuando se judgaráa Pedro Oliveira,en Portugal,en España,en Marruacos,donde tiene el dinero FOC?Confiemos en la justicia."

Comentário do dia 21/01/2010 - 2ª Parte
"Para conocer el problema de Abel da Costa es imprescindible conocer las actitudes de "Pedro Oliveira".Hay que saber como está la empresa Sabaté Maroc(marruecos) con fuerte participación de FOC,que pasa con Eurocork Cortes y el Ayuntamiento de Cortes de la Frntera(Malaga),para que está utilizando Eurocork Almendral,en Almandral(Badajoz),que ha hecho con los trabajadores de FOC España,S.L. que situación le ha provocado a empresas como Corchera de Alburquerque,S.C.L.,con Amatriain Cork,s.l.,con Corchos Elviro,s.l.,con Borriño Rabazo,con Zurro Mirón,con Antonio Rodriguez Sabat,con Transportes Velez,con Agricolas Benitez, con Corchos y Leñas Zenizo,etc.Los problemas con Portugal se pueden ver en el registro."

Comentário do dia 23/01/2010:
"Ayer hicimos alguna reflesión respecto a las repercusiones que ha tenido Fernando Oliveira Cortças en los males de Abel da costa,es insuficiente,no solo ha sido el maximo responsable de la insolvencia de Abel da Costa y de haber destruido la relación de sus satélites en la antigua Amorim Plus.
Saben que Pedro OLiveira,por acumulación de riesgo consiguió que Abel le consigiera letras aceptadas por los satelites.Saben que,con con un abuso indecente de amistad le pidió a la empresa J.M.Cortiças,Lda. que le comprara para venderle a Abel mercancía por importe de 2.000.000.-Ers,y este dinero lo tiene a la espalda Juan,el dueño de J.M.Cortiças.
En definitiva,y como continuación a lo que digimos ayer,desconocemos la responsabilidad civil o penal de Abel Da Costa pero no tenemos ninguna duda en que la actitd de FOC ha sido deplorable,y más concretamente a las empresas y proovedores que más le ayudaron.Ya se lo puso claro a uno de los muchos arrasados,su frase no tiene desperdicio,el sr.Pedro Oliveira le respondió al Sr.Vilallonga ante un problema que le ocasionó"yo para hacer negocios me quito el corazón",esto lo explica todo."

Comentário do dia 24/02/2010:
 "Ayer alguién se hizo eco de nuestros comentarios respecto a que el colaborador necesario para que Abel da Costa se fuera al traste ha sido su proovedor único FOC,más concretamente Pedro Oliveira.
Comentaba que de estas historias los más perjudicados son los trabajadores,posiblemente tenga parte de razón.FOC en la empresa Cortansa,El Pedroso Sevilla al mes de recibir una subvención de La Junta de Andalucía hizo un Expediente de regulación de empleo del 70% de la plantilla.En la empresa de San Vicente desapareció dejandonos en la calle a los trabajadores sin indemnización.
FOC ha hecho más que méritos para estar incluido en esta página magnifica de denuncia de las injusticias Feira das Conspirações:"

Comentário do dia 25/01/2010 :

"Las nuevas instalaciones de FOC,construidas en terrenos a nombre de La Cámara,están actualmente a nombre de la propia FOC para cubrir sus débitos o lo está a nombre de otra empresa propiedad de la familia Oliveira.Porque de forma ficticia se han divorciados legalmente los hermanos Oliveira.No obedecerá a que estan operando con otra empresa propiedad de la fámilia AMARICO SOUSA,reconvertida de Lda,a Sociedad Anónima pòr participaciones al portador y que pueden estar en el bolsillo que deseen."

Comentário do dia 26/01/2010 :
"Tenemos nuevas noticias,les sorprenderan,hoy mismo ha procedido el Banco Espitito Santo contra Fernando Oliveira,sorprendanse,este banco que es Portugues no procede desde Portugal,lo hace desde Belgica,no les parece raro.Donde tiene el dinero FOC,muchos echan de menos el que esta empresa se ha quedado.Por cierto como en España y en Portugal no puede comprar lo hace en Marruecos y en Argelia.Allí tiene que pagar."

Com todas estas revelações, espero bem não vir a ter a judiciária à perna, ainda por cima eu nem conheço a pessoa que tem feito estes comentários, a única coisa que presumo saber é que ele nutre um especial "carinho" pelo FOC e não lhe poupa "elogios".

A ser verdade o que aqui vai sendo ventilado, dentro da "cosa nostra corticeira", comparado com o "Pedrito FOC", o falecido Alves dos Reis teria sido um  modesto aprendiz de vigarista ou um simples menino de coro  de igreja.

Read more...

Apophis - O Destruidor

Pode parecer à primeira vista o nome de uma qualquer mega-produção de Hollywood, mas não é.
Apophis é o nome de um deus adoptado pela mitologia helénica a partir da inspiração  no deus egípcio Apep, o adversário das múmias. Apophis, para os gregos tem o epíteto de destruidor, mas não é de mitologia que vos vou escrever.

Apophis é também o nome com que a comunidade astronómica baptizou o asteróide 2004 MN4.

Este asteróide cujo nome real de baptismo é 99942 Apophis, onde 99942 significa que foi o 99942º asteróide a ser descoberto, o primeiro asteróide a ser descoberto foi o 1 Ceres, com cerca de 1000 Km de diâmetro. A maioria dos asteróides encontra-se numa região muito restrita do céu, chamada de cintura de asteróides e que se situa algures entre as órbitas de Marte e Júpiter.

O pequeno corpo celeste Apophis, foi descoberto em 2004 e tem aproximadamente 350 metros de diâmetro, faz parte de uma classe muito especial de asteróides , os asteróides da classe Apollo.
Estes asteróides têm a particularidade de ao longo da sua órbita ao redor do sol, fazerem aproximações rasantes à Terra, alguns deles chegam mesmo a cruzar a órbita terrestre, devido à sua excentricidade orbital. Estes objectos são considerados potencialmente perigosos, pelo risco real de poderem colidir com o nosso belo planeta azul.

Ora, o Apophis é um destes casos, por essa razão desde que foram determinados os seus parâmetros orbitais, a comunidade científica e astronómica espalhada pelo mundo inteiro tem-lhe prestado uma atenção muito especial, monitorizando a todo o instante a sua rota pelo espaço.

O caso não é para menos, segundo cálculos efectuados, existe o perigo real deste corpo celeste poder colidir com a terra em 2036.  Entretanto, os cálculos têm sido constantemente actualizados, uns aliviando mais as preocupações, outros acentuando as probabilidades de colisão, foi inclusive, apontada uma data para o impacto - 13 de Abril de 2036.

Será este o dia  que as profecias bíblicas apontam como o do juízo final?

Por enquanto, não existe ainda nenhum mecanismo que possa evitar a colisão de um objecto destes com a Terra.

Os Americanos e mais recentemente os Russos têm estado a desenvolver tecnologia com fins militares, mas que pode ser adaptada para  permitir a destruição destes corpos antes de atingirem a Terra.

O impacto de um objecto destes com o nosso planeta  teria consequências catastróficas, muito provavelmente eliminaria da face da Terra todos os seres vivos, ou no mínimo, faria uma destruição colossal.

Por enquanto, podemos todos dormir muito descansados, 2036 ainda está longe e a probabilidade de sair de casa e levar com uma telha na tola, ainda é mais elevada do que levar com um meteorito em cima, mas não convém confiar demais.

Os dinossauros que o digam... Há 65 milhões de anos foram extintos, muito provavelmente por causa de um evento apocalíptico destes.

Read more...

Despedimentos em empresa do Grupo Amorim por motivos políticos e sindicais

Por Email :

Despedimentos em empresa do Grupo Amorim por motivos políticos e sindicais
O Bloco de Esquerda considera inaceitável a atitude que a empresa Corks Ribas, uma empresa da indústria granuladora de cortiça do concelho de Santa Maria da Feira que pertence ao Grupo Amorim, está a ter com os seus trabalhadores da produção. 
A empresa despediu 4 trabalhadores da produção como resultado de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda considera que as bases para o processo disciplinar são de pura perseguição política aos seus trabalhadores, colocando em causa o direito constitucional que lhes assiste de actividade política e sindical. Aliás, o despedimento não tem qualquer base de verdade nos motivos indicados, indicando que o despedimento dos trabalhadores decorre de “influência negativa” que o delegado sindical exerce sobre eles. Esta motivação para o despedimento é absurda na medida em que tenta punir os trabalhadores põe supostas influências de terceiros.
O Bloco de Esquerda presta toda a solidariedade para com os trabalhadores da Corks Ribas ilegalmente despedidos.
O Bloco de Esquerda considera este despedimento uma clara represália do Grupo Amorim à actividade política e sindical destes trabalhadores, dado que todos são activistas políticos e sindicais. Esta é a verdadeira motivação para o seu despedimento.
O Bloco de Esquerda irá denunciar esta ilegalidade junto da Autoridade para as Condições no Trabalho, exigindo que seja levantado uma contra-ordenação grave à empresa pela sua conduta, que resultou numa sanção abusiva.

                O deputado Pedro Filipe Soares solicitou a imediata intervenção da Autoridade para as condições do Trabalho. ler aqui


Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro


Nota: O "Feira das Conspirações!"  presta a sua solidariedade aos trabalhadores injustiçados e espera que a verdade e a justiça sejam rapidamente repostas.

Read more...

Telescópio WISE descobre o asteróide vizinho 2010 AB78

(Para ampliar clicar na imagem)

O 2010 AB78 (ponto vermelho na parte superior da imagem) tem 1 km de diâmetro, mas não representa qualquer risco para a Terra.

O telescópio espacial WISE (Wide-field Infrared Survey Explorer) , lançado em dezembro de 2009, detectou o primeiro asteroide de centenas que a Nasa, agência espacial americana, espera encontrar nos arredores da Terra nos próximos anos. A Nasa informou que o recém-baptizado 2010 AB78, descoberto em 12 de dezembro não representa nenhum risco de colisão com o nosso planeta.

O objeto tem cerca de 1 km de diâmetro e está a cerca de 158 milhões de km da Terra. Segundo a Nasa, o asteróide tem uma órbita elíptica e aproxima-se do Sol  tal como  a Terra, mas por causa da sua trajetória inclinada, não se aproximará da Terra por muitos séculos. Apesar de não causar riscos, os cientistas continuarão a monitor este enorme rochedo espacial.

Centenas de asteróides e cometas passam relativamente próximos da Terra todos os anos - alguns chegam mesmo a cruzar a órbita terrestre e alguns de reduzido tamanho acabam por atravessar a nossa atmosfera, sendo que a maioria não resiste ao atrito e acaba por se desintegrar a grande altitude.

Apesar de raros, ao longo da história do nosso planeta, já aconteceram alguns impactos de objectos com maior dimensão e cujas consequências foram catastróficas.

Em geral a comunidade cientifica tem como aceite uma teoria  para o desaparecimento dos dinossauros . Segundo essa teoria um asteróide com cerca de 10 Km de diâmetro teria colidido com o nosso planeta há 65 milhões de anos, tendo provocado a extinção em massa dos seres vivos que então dominavam os habitates deste planeta - Os dinossauros.

Read more...

João Paulo II tinha um fetiche!

Pois é, João Paulo II tinha assim umas tendências "sado-esquisitas", auto-flagelava-se com chicotes de cabedal, quem o diz é Slawomir Oder, um escritor que é um tenaz defensor da beatificação de João Paulo II e que é autor do livro ""Why a Saint?".

Algumas das revelações contidas no livro são no mínimo desconcertantes.

JPII guardava no seu armário particular, para além das suas parlamenta confeccionadas pela Prada, JPII pendurava num cabide um  acessório indispensável - um cinto especial, que usava para se açoitar.

Outras revelações ainda mais tenebrosas, revelam a existência de alguns documentos inéditos, entre os quais uma carta que o Papa deixou escrita, em 1989, manifestando a sua vontade de renunciar à missão de Pontífice, no caso de alguma "enfermidade incurável" o impedir de exercer as suas funções.

Ocorrem-me algumas perguntas inquietantes:

Quem é que impediu o Papa de renunciar quando este soube que padecia da  doença incurável de Parkinson?

Que interesses serviam a continuidade confrangedora, motivada pela doença, de João Paulo II à frente do Vaticano?

Mas o livro traz outras curiosidade tremendamente perturbadoras, por exemplo, a propósito da auto-flagelação, o cardeal que escreveu este livro e que é compatriota de JPII, revela que o papa tinha o estranho hábito de passar horas a fio deitado no chão completamente nu, mais do que um capricho  de JPII, a dor e o sofrimento auto-infligidos extasiavam-no de tal maneira, que só assim atingia a plenitude da perfeição cristã. Se calhar até atingia o orgasmo!!!.

Só mesmo um papa poderia ter este dom e a audácia, de se chicotear para se sentir mais próximo de Jesus, pelos vistos as rezas, as preces e o jejum quaresmal não  lhe satisfaziam as necessidades espirituais. 

Além disso, o Papa JPII levava os rituais católicos muito a preceito, supersticioso até à medula como era, por exemplo, cumpria rigorosamente o jejum quaresmal fazendo apenas uma refeição por dia, numa estranha combinação de masoquismo com misticismo.

O livro não revela a quantidade de vezes que JPII se auto-flagelava diariamente, mas é natural que durante a quaresma ele compensasse a escassez calórica do jejum, com o chicote nas nádegas.

Eu sempre achei que JPII era meio excêntrico, mas não me passava pela cabeça esta coisa do chicote no coiro, enfim, coisas de papa...

Há quem afirme convictamente que o defunto papa é a Besta do Apocalipse, ele será o verdadeiro 666, o Anti-Cristo e irá ressuscitar, depois da morte do próximo Papa, para fazer uma aliança com o demónio. Ele será o tal falso profeta dando cumprimento às profecias das Sagradas Escrituras. Depois desta revelação dos caprichos íntimos de JPII, não sei não, já quando ele foi enterrado surgiram uma série de rumores quanto ao formato do caixão e à quantidade de amuletos que acompanharam o finado, reforçado ainda com  uma descomunal concentração de pesos colocados sobre a urna para impedir que ela pudesse ser aberta pela parte de dentro!

Talvez por isso ou talvez não, o Vaticano já  se precaveu de forma a fazer face à situação.

Contrariando uma prática centenária, João Paulo II será santificado em tempo recorde e sem a burocracia sempre subjectiva  dos milagres, requisito essencial para a promoção a santo, na pior das hipótese inventa-se um, nem que seja tão (in)convincente, como a cura de um salpico de azeite num olho, de uma anciã na Batalha, que promoveu o beato Condestável à categoria de santo.

Read more...

Assalto no Minipreço de Santa Maria de Lamas

domingo, 24 de janeiro de 2010


Os assaltos multiplicam-se pela região, desta vez a vítima foi o Mini-Preço de Santa Maria de Lamas.
Os esquema usado pelos assaltantes, se bem que tenha sido algo rudimentar, não deixou de ser atrevido e eficaz.

Os meliantes actuaram na madrugada de 5ª-Feira, entre a 1:00, quando o alarme do supermercado tocou, até depois das 3:00, hora registada pelo dispositivo de segurança do multibanco.

Fizeram uma primeira tentativa de entrar no supermercado, através da abertura de um buraco na parede lateral, com recurso a material cortante e outras ferramentas (picaretas ou marretas).

Como a tarefa estava a revelar-se muito demorada, não perderam tempo e terão forçado uma porta de emergência que deu de si.

No interior, arrombaram a caixa multibanco para retirar o dinheiro e o CD com a gravação de imagens.

Tudo isto aconteceu a cerca de 300/400 metros do posto da GNR local.

Read more...

CCTAR Santa Maria da Feira - Um projecto "Imaginação e Imaginário"!


"Versátil Implantado numa antiga pedreira, o centro apresenta uma forma fluida e orgânica espiralada. E, elevando-se  do chão, liberta a rua para uma praça coberta, funcionando como concha acústica potenciada pelo revestimento de cortiça."

É assim que  o "Diário de Notícias" aborda na sua edição de hoje, na secção de "artes" o Centro de Criação para o Teatro e Artes de Rua (CCTAR) que está previsto ser construído em Santa Maria da Feira.
Achei deveras curioso o título que escolheram para a peça: " Projecto Imaginação e Imaginário"

De facto este projecto parece-me mais uma imaginação, palavra  que curiosamente é várias vezes repetida no artigo, ou sendo mais expressivo, parece-me um "Projecto Alucinação e Alucinado", parido por uma visão ficcionista e faraónica da realidade das finanças do município feirense.

Aliás, não é por acaso que o projecto tendo sido já elaborado e tendo-se já gasto, talvez alguns milhares de euros na sua concepção, ele continue apenas a estar previsto e sem data de execução.

Os megaprojectos não executados, ou as megainutilidades executadas são coisas comuns na Feira, lembro-me por exemplo, do "elefante branco" do Europarque, da deslocalização da Exponor  para a Feira, do PEC, do PERM, até mesmo o projecto essencial de execução do saneamento básico no concelho ainda não se concretizou, o próprio projecto deste mesmo CCTAR, não é nada de novo, já foi previsto para vários locais diferentes ao sabor do vento eleitoralista, de 4 em 4 anos, surge uma nova localização, enfim ,parece que nada disto é para levar a sério e toda a gente percebeu o contexto eleitoralista em que a execução do CCTAR surgiu,  não tenho dúvidas que na conjuntura actual, isto rapidamente cairá no esquecimento por mais 4 anos.

Read more...

O hábito faz o monge!

Uma Americana foi presa no mesmo dia em que tinha deixado a prisão.

Theresa Jones de 44 anos, nem tempo teve para gozar o ar fresco da liberdade, assim que foi solta, alegadamente tratou logo de roubar um carro, sendo poucas horas depois detida, na posse de drogas duras e acusada de furto de veículo automóvel.

As autoridades acreditam que o a mulher terá furtado o automóvel para comprar drogas.

É caso para dizer que esta fulana se "agarrou" ao  vício de ver o sol nascer aos "quadradinhos". Esta notícia aparentemente sem grande importância, até porque não será caso único no mundo, leva-me a fazer uma reflexão:

Sendo o cárcere uma das formas mais extremas de aplicar a justiça, pior que a prisão só  mesmo a pena de morte e a paradoxal falta da aplicação da justiça, aquilo que eu me interrogo é sobre a forma como os países de estado de direito lidam com a eficácia da aplicação da justiça e do direito penal.

De que valeu para a sociedade esta senhora estar detida, se passadas poucas horas teve que ser presa de novo?

Não seria altura de também a sociedade moderna reflectir sob a eficácia da justiça?

Read more...

Nem tudo vai mal nas finanças do Vaticano!

sábado, 23 de janeiro de 2010


Nos últimos tempos, têm sido muitas as mensagens postuladas por abades que em apelos desesperados, vão dando conta  da possibilidade  de algumas igrejas terem que fechar portas, por  motivos de insolvência financeira.
Isto porque os crentes são cada vez menos generosos e começam a desconfiar e bem, da falta de virtude nas dádivas de esmolas.

Eis que do ministério das finanças do Vaticano chegam sinais encorajadores e tornam infundados, de certo modo, os boatos que se rumorejam nalgumas paróquias.

Como se percebe as finanças da fé estão inabaláveis, o plano adoptado pelo ministro da indústria de santos e beatos do Vaticano tem tido excelentes resultados. Espera-se até que as cotações dos próximos santos, em especial as acções do nazi-fascista Pio XII venham a ter uma grande valorização nas bolsas católicas de todo o mundo.  

Read more...

Curiosidades - Ventos


A Organização Mundial de Meteorologia anunciou hoje que a maior rajada de vento da história, sem ter qualquer relação directa com tornados, ocorreu  no dia 10 de Abril de 1996 na Ilha de Barrow a Oeste da Austrália. A velocidade alcançada pelo vento foi de 408 Km/h.

O segundo maior registo da história ocorreu em Abril de 1934, no alto de um monte Americano, a marca do registo ficou-se pelos 373 Km/h.

Mas afinal o que é o vento?

A definição mais elementar pode traduzir-se da seguinte forma: São deslocamentos de ar de zonas de alta pressão para zonas de baixa pressão.


Existem vários tipos de vento:

Alíseo – São o resultado da ascensão de massas de ar que convergem de zonas de alta pressão (anticiclónicas), nos trópicos, para zonas de baixa pressão (ciclónicas) no Equador, formando um ciclo. São ventos húmidos, provocam chuvas nos locais onde convergem. Por essa razão, a zona equatorial é a região das calmarias equatoriais chuvosas.

Contra-alíseos – São ventos secos, responsáveis pelas calmarias tropicais secas. Sopram do Equador para os trópicos, em altitudes elevadas.

Monções – São os ventos que, durante o verão, sopram do Índico para a Ásia Meridional e durante o inverno, sopram da Ásia Meridional Para o oceano Índico.
As monções são classificadas da seguinte forma:

Monções Marítimas : Sopram do oceano Índico para o continente e provocam fortes chuvas na Ásia Meridional, causando enchentes e inundações.

Monções Continentais : Sopram do continente para o oceano Índico provocando secas no sul da Ásia.

Brisas – São ventos repetitivos que sopram do mar para o continente durante o dia e do continente para o mar durante a noite.

Superventos

Ciclone - É a designação genérica para ventos circulares, como tufão, furacão, tornado e willy-willy. Caracteriza-se por uma tempestade violenta que ocorre em regiões tropicais ou subtropicais, produzida por grandes massas de ar em alta velocidade de rotação. Os ventos ultrapassam os 50 km/h.

Furacão - vento circular forte, com velocidade igual ou superior a 108 km/h. Os furacões são os ciclones que surgem no mar das Caraíbas ( no oceano Atlântico) ou nos EUA. Os ventos precisam ter mais de 119 km/h para uma tempestade ser considerada um furacão. Giram no sentido horário (no hemisfério Sul) ou anti-horário (no hemisfério Norte) e medem de 200 km a 400 km de diâmetro. A sua curva assemelha-se a   uma parabólica. 

Tufão - É o nome que se dá aos ciclones formados no sul da Ásia e na parte ocidental do oceano Índico, entre Julho e Outubro. É o mesmo que furacão, só que na região equatorial do Oceano Pacífico. Os tufões surgem no mar da China e atingem o leste asiático.

Tornado - É o mais portentoso dos fenómenos meteorológicos, menor e mais intenso que os demais tipos de ciclone. Com alto poder de destruição, atinge até 490 km/h de velocidade no centro do cone. Produz fortes redemoinhos e levanta tudo à sua passagem . Tem um período de formação extremamente rápido, entre 10 e 30 minutos e tem, no máximo, 10 km de diâmetro. O tornado é menor e em geral mais breve do que o furacão, e ocorre em zonas temperadas do Hemisfério Norte.

Vendaval -  vento forte com um grande poder de destruição, que chega a atingir até 150 km/h. Ocorre geralmente de madrugada e a sua duração pode chegar a ser de cinco horas.

Willy-willy - Nome que os ciclones recebem na Austrália e demais países do sul da Oceania.

Read more...

Cientistas alertam para a possibilidade de haver um superterramoto no Sudeste Asiático

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Enquanto o Haiti se tenta refazer do efeito devastador do sismo do passado dia 12, cientistas alertam para a possibilidade de haver um superterramoto no Sudeste Asiático.

Um superterremoto de pelo menos 8,5 graus na escala Richter e com potencial para formar um tsunami tão letal como o que matou 226 mil pessoas em 2004, está se formando junto à ilha indonésia de Sumatra, segundo vários cientistas.


Com a comunidade internacional envolvida na tragédia humana do Haiti, sismólogos e geólogos dos Estados Unidos, Indonésia e Reino Unido concordaram em frisar nos últimos dias, que um terremoto de grandes proporções se fará sentir violentamente de novo no Sudeste Asiático. Ler mais

Depois daquilo que ocorreu no Haiti, a comunidade internacional terá aqui alguma responsabilidade moral em preparar a região para a possibilidade de uma catástrofe. Tudo o que puder ser feito para amenizar o número de vítimas será positivo. Esse trabalho deve começar já a ser feito antes que seja tarde demais.

Read more...

Nebulosa "Pata de Gato"


O Observatório Europeu do Sul, que fica localizado no Chile, divulgou a imagem de uma das nuvens de formação estelar mais activas da Via Láctea: A nebulosa "Pata de Gato".
A nebulosa, também conhecida pelo nome de NGC 6334, fica numa complexa zona de gás e poeira onde nascem numerosas estrelas de grande massa.

A "Pata de Gato" encontra-se a cerca de 5,5 mil anos-luz na direção da constelação de Escorpião e cobre uma área do céu um pouco maior que a Lua cheia, tem uma extensão de cerca de 50 anos-luz.  A sua cor avermelhada deve-se à presença de hidrogénio que emana das estrelas jovens e quentes que nascem no seu interior. Cada uma destas estrelas tem em média uma massa mais de 10 vezes superior à massa solar.

Read more...

Concessionárias obrigadas a pagar por danos provocados por animais nas auto-estradas

O tribunal constitucional reiterou a obrigação das concessionárias das auto-estradas em indemnizar os utentes que sejam vítimas de danos provocados por animais.

Compete às concessionárias demonstrar em concreto, que lhe não é de todo imputável a intromissão de animais na via que ponham em risco a segurança dos automobilistas.


Vem isto a propósito de um recurso interposto pela Brisa por causa de uma condenação que lhe foi imposta pelo Supremo Tribunal de Justiça. A Brisa foi condenada a pagar cerca de 15 mil euros, acrescidos de juros de mora a um automobilista que sofreu danos na sua viatura quando esta chocou com um animal em plena auto-estrada. O STJ revogou um acórdão do Tribunal da Relação do Porto, que confirmou a absolvição da concessionária decretada pelo Tribunal de Santa Maria da Feira.

Esta obrigação foi reiterada pelo Tribunal Constitucional, que negou provimento a um recurso da Brisa pondo em causa a constitucionalidade de normas da Lei n.º 24/2007, que define direitos dos utentes nas vias rodoviárias classificadas como auto-estradas concessionadas, itinerários principais e itinerários complementares.

Read more...

Papa nomeia uma mulher para cargo no Conselho Pontifício

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010


Hipocritamente o Vaticano diz que. a nomeação demonstra empenho da Igreja na promoção dos direitos da mulher no mundo.

Mal estariam as mulheres se estivessem à espera do Vaticano para promover a sua emancipação e a sua luta pela igualdade de direitos.

Read more...

Vaticano esforça-se por converter os infiéis

Bento XVI recebeu dois cordeiros. Os animais foram levados ao Pontífice depois de terem sido benzidos na basílica romana dedicada à santa Inês.

Com a conversão religiosa destes infiéis, é previsível que estes cordeiros abençoados ainda se transformem em mártires à mesa da Cúria Romana. Com a febre industrial de santos que  assola o Vaticano,  será um primeiro passo para  que estes infortunados arietinos, se perfilem como candidatos a beatos de Igreja.

Read more...

Abel Costa Tavares (ACT) vs. Fernando Oliveira Cortiças (FOC)

Não tenho o hábito de fazer isto, mas dada a relevância da matéria, decidi publicar aqui dois comentários que recebi vindos de Espanha, a propósito deste post que data do dia 14 de Maio de 2009, em pleno pico da crise no sector corticeiro. Tirem as vossas ilações...

Nota: Se alguém quiser ter a amabilidade de fazer a tradução, eu agradeço e até me comprometo a publicá-la aqui, de todo o modo, penso que não será difícil perceber o que este comentador pretende esclarecer.

"Todos los comentarios demonizan a Abel da Costa Tavares.Alguien a pensado en que el único proovedor(fornecedor) de esta empresa ha sido los últimos años Fernando Oliveira Cortiças,lda y ha sido elprecusor de esta insolvencia.Saben los trabajadores y las autoridades que esta empresa no ha pagado a sus proovedores ni en España ni en Portugal y que todas las letras que le aceptó en su día Abel da Costa las descontó en los bancos.Saben que todo lo que ha hecho Fernando Oliveira Cortiças.Lda, ha sido culpar a Abel da Costa de sus males y de lo único que se ha preocupado es de salvaguardar du patrimonio.Saben que FOC se ha beneficiado de avales del estado por importe de más de cuatro millones de euros y actualmente está practicamente sin actividad y con deudas en la banca,proovedores etc. Conocen ustedes los problemas de FOC por fraudes fiscales continuados.
Ha Abel da Costa se le ha judgado,han sacado de la fábrica a el a su mujer,dos ancianos,y a su hijo,la pregunta es¿cuando se judgaráa Pedro Oliveira,en Portugal,en España,en Marruacos,donde tiene el dinero FOC?Confiemos en la justicia."
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Para conocer el problema de Abel da Costa es imprescindible conocer las actitudes de "Pedro Oliveira".Hay que saber como está la empresa Sabaté Maroc(marruecos) con fuerte participación de FOC,que pasa con Eurocork Cortes y el Ayuntamiento de Cortes de la Frntera(Malaga),para que está utilizando Eurocork Almendral,en Almandral(Badajoz),que ha hecho con los trabajadores de FOC España,S.L. que situación le ha provocado a empresas como Corchera de Alburquerque,S.C.L.,con Amatriain Cork,s.l.,con Corchos Elviro,s.l.,con Borriño Rabazo,con Zurro Mirón,con Antonio Rodriguez Sabat,con Transportes Velez,con Agricolas Benitez, con Corchos y Leñas Zenizo,etc.Los problemas con Portugal se pueden ver en el registro del propio Banco de Portugal."

Read more...

São Paio de Oleiros - Amorim Revestimentos explora trabalhadores

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010


Quando o ministro Vieira da Silva fez aprovar a nova versão do código de trabalho, os trabalhadores não duvidaram e os empresários tinham a certeza que o governo se dobraria perante as exigências destes últimos no que toca à flexibilidade dos horários laborais, tudo com o  argumento questionável de incrementar a competitividade das empresas.

Pois bem, quem mais tem usado este expediente falacioso da flexibilidade do horário laboral têm sido os grandes grupos económicos, que à conta deste preceito contido no código de trabalho, têm feito interpretações abusivas não se coibindo de explorar descaradamente os trabalhadores.
Segundo consta, cá pela região, o Grupo Amorim tem-se saciado à ganância das particularidades específicas da flexibilidade laboral, interpretando as mesmas de acordo com as suas vontades.

Na Amorim Revestimentos, por exemplo, os trabalhadores têm sido vergonhosamente explorados.
Já não lhes chega os baixos ordenados que pagam aos trabalhadores, ainda têm o desplante de obrigar de forma coactiva os seus trabalhadores a laborar sábados e feriados. Esta sobrecarga de trabalho deve-se ao facto de terem dispensado trabalhadores mais idosos, sem terem preenchido a sua falta com a admissão de novos quadros. Mais lamentável e porque não dizê-lo, humanamente indecente e imoral, é o facto de não pagarem esse trabalho suplementar, limitando-se a reconverter esses períodos de trabalho suplementar em bancos de horas ou então limitando-se a pagar em horas extraordinários apenas 75% do valor que efectivamente deveriam pagar.

Isto é a exploração esclavagista do séc.XXI e foi permitido por um governo socialista que baixou literalmente as calças aos trabalhadores, para que os empresários lhes sorvam não só o direito à remuneração como também a dignidade.

O Grupo Amorim precisará mesmo destes artifícios manhosos?
Será com esta opressão aos trabalhadores que aumentam os seus dividendos? Até podem os seus administradores pensar  que assim será, mas isto não será  tão linear. Com trabalhadores desmotivados, não é expectável que tenham um desempenho exemplar nas suas tarefas, perde a empresa na qualidade dos seus produtos e dá uma imagem sofrível dos seus procedimentos.

O marketing hoje funciona tão bem a favor das empresas, como funcionará da mesma forma contra.

Read more...

O que matou no Haiti não foi o terramoto, foi a pobreza!

A terra voltou hoje a tremer no Haiti.
Uma forte réplica do sismo do passado dia 12, de magnitude 6,1  na escala de Richter, fez lembrar aos haitianos e à imensa legião de ajuda humanitária que lá se encontra em missão, que o horror da tragédia teima em continuar bem presente no subconsciente das pessoas.

Apesar de todas as rezas e de todas as preces que se têm multiplicado pelo mundo inteiro, a verdade que se constata, é que todo esse esforço conjunto das comunidades religiosas até agora ainda não produziu qualquer resultado visível e válido para os Haitianos, pelo contrário, dá a ideia que essas orações só têm contribuído para acicatar ainda mais a ira "do criador".

O que me faz mesmo confusão neste imenso mar de tragédia humana, é observar a morbidez sem escrúpulos com que, tanto jornalistas como chefes de redacção, têm colocado no ar imagens de cadáveres em decomposição espalhados pelas ruas e no meio dos escombros, numa aparente ausência de sentido pela dignidade e pela integridade do ser humano.
Para tudo há limites! Bem sei que o direito de informar não pode passar ao lado da realidade, mas não é preciso fazer disso um circo macabro.

É bom lembrar que a maioria dos haitianos que pereceram com o sismo, não morreram por causa de um qualquer capricho da natureza, não foi um fenómeno geofísico quem fez milhares de vítimas e espalhou o terror no Haiti. A população deste país foi vitima, isso sim, da sua pobreza extrema, foi vítima da indiferença e do abandono da comunidade internacional, foi vitima da ausência de infra-estruturas de toda a ordem e de toda a escassez económica, que não permitiu que os haitianos pudessem ter casas feitas de betão, ao invés, tivessem casebres frágeis e barracos de pedra e tijolos sobrepostos, sem argamassa, sem qualquer tipo de alicerces ou colunas estruturais que permitisse a consistência das habitações em caso de terramoto, condições essas que são normais e que até obedecem a legislação própria  nos países desenvolvidos.

O que salta bem à vista com o sismo, são as características dramáticas deste país miserável.

Só para se ter uma ideia do impacto que significa o factor riqueza nestas questões, basta recordar que alguns sismos que acontecem em países desenvolvidos, (porque também acontecem, a natureza aqui não é selectiva) até são de maior magnitude e não causam sequer uma ínfima parte em catástrofe humana, que o sismo de 7 graus na escala de Richter provocou no Haiti.

Não é a natureza que é iníqua para  com os homens, nem sequer são as intervenções iradas de entidades metafísicas que são injustas ou punitivas, são os homens que perdem o sentido da igualdade para consigo próprios.

A situação geográfica do  Haiti, permitiria supor  e até prever, que este terramoto iria acontecer mais cedo ou mais tarde, era inevitável que assim fosse, o que fez a comunidade internacional para minimizar a possibilidade de  uma tragédia em larga escala?

Read more...

Pena de morte no Japão?!


Normalmente associamos aos países industrializados, o mundo civilizado. Proclamam-se defensores da Declaração dos Direitos Humanos e, diga-se de passagem, a grande maioria dos países desenvolvidos salvaguardam os Direitos Humanos.
A cultura americana já nos habituou a tudo, ao melhor e ao pior. Normalmente conhecidos como os pais da democracia, também nos habituaram aos espectaculares avanços tecnológicos proporcionados ao longo do século XX; por outro lado, é do conhecimento geral que existiram administrações menos transparentes e chegaram a violar o direito internacional e os direitos humanos, no seu próprio território. Dos Estados Unidos e da sua peculiaridade estamos conversados, mas e o Japão…
Fiquei um pouco extasiado quando soube que no Japão ainda se praticava a pena de morte. Sempre associei os japoneses à austeridade, ao rigor, ao desenvolvimento e, pensava eu, ao respeito pelos direitos humanos.
Existe uma crença errada que a pena de morte e o respectivo sofrimento do condenado se limitam “à hora da morte”. Esta ideia não pode estar mais incorrecta, porque durante o período que decorre entre a determinação da sentença em tribunal e a execução, o condenado atravessa um verdadeiro “inferno” na terra; muitos deles, por causa daquele período, são executados com doenças mentais.
A isolação, a ausência de estímulos, a falta de exposição ao ar fresco e à luz, a limitação de visitas, a ameaça de punimentos físicos e o prolongamento da detenção são factores que contribuem para a deterioração da saúde mental dos condenados. No Japão estes factores estão bem presentes na vida dos condenados, pois são impedidos de falar com outros condenados, as visitas da família são muito restritas tendo a duração de 30 minutos e mesmo assim o Director da prisão tem que estar presente, a correspondência que recebem está sujeita a censura e não podem ver televisão nem desenvolver trabalho voluntário.
Mas se pensam que isto é demais, imagem só que a “sede de sangue” chega a tais pontos que pessoas com mais de 70 anos foram condenadas à morte… numa cadeira de rodas. De facto custa um pouco a interiorizar que uma cultura ancestral e uma sociedade tão moderna como a japonesa aceitem estas práticas desumanas.
A nova ministra da justiça, Keiko Chiba, parece disposta a modificar esta actuação vergonhosa do seu país em matéria de direitos humanos, o que se traduz num resquício de esperança para 97 pessoas que aguardam a morte.

Read more...

Mensagem de sua santidade o papa Zeca para os devotos fogaceiros

terça-feira, 19 de janeiro de 2010


Read more...

Crónica de uma tragédia anunciada

Não. Não é sobre o Haiti que vou escrever, mas sobre a tragédia que se abaterá sobre a Venezuela.

A sociedade actual vive no mediatismo e na cultura do espectáculo, seja ele qual for. Para além disto, o ser humano possui uma limitação inebriante que nos impede de prestar atenção a vários fenómenos ao mesmo tempo. Por algum motivo é tão interessante controlar a imprensa nacional, pois dessa forma controla-se a agenda nacional, isto é, o que está ou não está em discussão, esquecendo-se/apagando-se temas mais inoportunos.

O que se está a suceder no Haiti é verdadeiramente trágico, mas está a limitar a nossa atenção ao que se passa na Venezuela. O senhor Hugo Chávez, por mais fiel que seja aos seus princípios, esquece-se que está a governar um país e a lidar com milhões de pessoas. O que se está a suceder na Venezuela poderá colocar o país em alvoroço em pouco tempo e o Sr. Chávez sabe disso, caso contrário não dizia ao exército para descer às ruas. A coisa vai mesmo aquecer!

Vamos lá ver o que se passa.


1º - Hugo Chávez promoveu uma desvalorização de 50% do bolívar

2º - Existem actualmente duas taxas oficiais na Venezuela e uma clandestina

3º - Impôs uma contenção forçada de custos nas empresas e comércio, sob pena de nacionalização


Comecemos pelo primeiro. Uma desvalorização, afinal, o que é? Injectando-se massivas quantidades de dinheiro em circulação, reduzimos o valor desse mesmo dinheiro, elevando o preço que temos de pagar em moeda nacional para obter moeda estrangeira (Taxa de Câmbio). Por outras palavras, torna-se mais difícil importar e mais fácil exportar, pelo que, acontece uma de duas coisas: ou o país produz mais ou enfrentará escassez internamente (este remédio já foi utilizado em Portugal em 1983). O povo venezuelano, do dia para a noite, viu o seu poder de compra reduzir-se substancialmente.


Teoricamente, o povo perde poder de compra, pois as empresas perante o encarecimento das importações e aumento das exportações, vêm-se forçados a aumentar os custos, logo os preços. Mas é precisamente aqui que Hugo Chávez comete outro erro: impede as empresas de aumentarem os seus custos, logo os preços, como seria natural. Ora isto, como está bom de ver, provocará um colapso total da estrutura produtiva do país. Hugo Chávez está a pedir aos empresários e comerciantes venezuelanos o impossível e, por isso, a ameaça de nacionalização (já em concretização) expõe os verdadeiros intentos do senhor ditador Hugo Chávez: a nacionalização de toda a economia venezuelana!


Porque é que isto é trágico? Porque aqueles que lutaram durante anos para conseguirem amealhar algo, forçar-se-ão a “trabalhar para aquecer” ou a entregar tudo ao estado. O clima de medo está instalado e certamente que existem muitas emoções prestes a explodir.

Finalmente ao existirem duas taxas de câmbio, uma para alimentos e outra para bens não essenciais. Chávez estimula a “arbitragem” cambial, pois ninguém acredita no valor oficial do Bolívar face ao dólar (cerca de 2,6 bolívares por cada dólar), pelo que no mercado negro existem pessoas especializadas em vender dólares ao preço de … 6,25 bolívares.


Este senhor ao querer a chuva na eira e sol no nabal, acabará por provocar uma tempestade a nível regional.

Read more...
eXTReMe Tracker

  © Feira das Conspirações! - Santa Maria da Feira - Portugal - Maio/2008

Voltar ao Início