Despedimentos em empresa do Grupo Amorim por motivos políticos e sindicais

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Por Email :

Despedimentos em empresa do Grupo Amorim por motivos políticos e sindicais
O Bloco de Esquerda considera inaceitável a atitude que a empresa Corks Ribas, uma empresa da indústria granuladora de cortiça do concelho de Santa Maria da Feira que pertence ao Grupo Amorim, está a ter com os seus trabalhadores da produção. 
A empresa despediu 4 trabalhadores da produção como resultado de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda considera que as bases para o processo disciplinar são de pura perseguição política aos seus trabalhadores, colocando em causa o direito constitucional que lhes assiste de actividade política e sindical. Aliás, o despedimento não tem qualquer base de verdade nos motivos indicados, indicando que o despedimento dos trabalhadores decorre de “influência negativa” que o delegado sindical exerce sobre eles. Esta motivação para o despedimento é absurda na medida em que tenta punir os trabalhadores põe supostas influências de terceiros.
O Bloco de Esquerda presta toda a solidariedade para com os trabalhadores da Corks Ribas ilegalmente despedidos.
O Bloco de Esquerda considera este despedimento uma clara represália do Grupo Amorim à actividade política e sindical destes trabalhadores, dado que todos são activistas políticos e sindicais. Esta é a verdadeira motivação para o seu despedimento.
O Bloco de Esquerda irá denunciar esta ilegalidade junto da Autoridade para as Condições no Trabalho, exigindo que seja levantado uma contra-ordenação grave à empresa pela sua conduta, que resultou numa sanção abusiva.

                O deputado Pedro Filipe Soares solicitou a imediata intervenção da Autoridade para as condições do Trabalho. ler aqui


Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro


Nota: O "Feira das Conspirações!"  presta a sua solidariedade aos trabalhadores injustiçados e espera que a verdade e a justiça sejam rapidamente repostas.

eXTReMe Tracker

  © Feira das Conspirações! - Santa Maria da Feira - Portugal - Maio/2008

Voltar ao Início