Festival de Música - Vagos Open Air 2009

sábado, 8 de agosto de 2009

Arrancou ontem o Vagos Open Air 09, do cartaz de bandas que compunham o dia de ontem (sexta-feira) destaque para os Epica com um espectáculo demolidor, que fez vibrar em êxtase os milhares de pessoas que se concentravam no poeirento parque de jogos do Grupo Desportivo de Calvão.


Sem sombra de dúvida que a banda da escultural Simone Simons foi a que mais arrebatou o público, pena foi que o espectáculo se tenha realizado em plena luz do dia. Esta foi na minha opinião uma das grandes falhas da organização do festival, os Epica tinham estatuto suficiente para serem cabeça de cartaz. O público merecia que fosse esta banda a encerrar o primeiro dia do evento.
Por falta de informação minha quase corri o risco de não assistir a este espectáculo dos Epica, esta deficiência levou-me mesmo a perder o espectáculos dos Kathaarsys e das bandas Portuguesas, Process Of Guilt e F.E.V.E.R.. Quando cheguei ao recinto , depois de uma série de peripécias pelo caminho, já os Epica se preparavam em palco para actuar. Perdi inclusive, o olhar mas não os ouvidos da música "Indigo" que faz as aberturas dos concertos da banda Holandesa. Não gostei que a banda não fizesse sequer um encore no final do espectáculo, toda a gente esperava pelo "Never Enough", apesar disso valeu a pena, a Simone Simons é divinal.
Terminado o espectáculo dos Epica, houve lugar a uma sessão de autógrafos da banda, onde centenas de jovens se amontoavam para conseguir apanhar um qualquer motivo, vídeo, fotográfico ou um simples escrito para mostrar aos amigos ou para mais tarde recordar.




Seguiu-se a enfadonha banda Sueca, Katatonia, com um som interessante mas com um ritmo tão depressivo e monótono que no final do espectáculo fiquei com a sensação de ter estado sempre a ouvir a mesma música durante todo o concerto. Mal grada esta observação minha, não faltou quem delirasse com este grupo.

Por fim os The Gathering, também uma banda Holandesa que fez um espectáculo demasiado soft para aquilo que a ambiência de público exigia. O som não esteve mal, a vocalista também não, o guitarrista esteve excelente, mas o ritmo esteve muito pouco apropriado, muito pop, digo eu, para a imensa legião de Hard metal e metal Gothic fãs que ali se concentrava.

Algumas notas apenas sobre o ambiente que circundava o parque de jogos: O enquadramento paisagístico era excelente, com muitas árvores, muita sombra, muita areia e a Lagoa de Calvão como pano de fundo.
O ambiente em redor era o normal para este tipo de festivais, com muitos jovens de vestimenta "religiosamente" a preceito, muita cerveja e claro! alguma "ervinha", tudo normal e bem apropriado para a ocasião, sem que tenha assistido a qualquer excesso, estava tudo "Peace and Love, very much Love". A zona de camping era apenas para desenrascar, sem o mínimo de condições de higiene (os funcionários da limpeza vão ter muito que fazer), estava muito concorrida, com uma densidade ocupacional de tendas demasiado elevada para o exíguo espaço.
Quanto à organização: Como fui propositadamente para ver os Epica, não gostei de assistir ao espectáculo à luz do dia, depois o piso do parque de jogos é inadequado, cheio de pó, valeu que não houve chuva nem grande vento, senão seria tenebroso estar ali. Achei bastante interessante a forma como o serviço de bar funcionou, sem grandes demoras as pessoas iam sendo despachadas, o que sempre convém quando se junta tanta gente.

Este foi um pequeno retrato daquilo que observei ontem, o programa prossegue hoje com as bandas Portuguesas Thee Orakle e Echidna a quem se juntam a bandas de renome internacional Amon Amarth, Dark Tranquillity, Cinica e Dawn of Tears.

Aqui fica o alinhamento para o dia de hoje:



2 comentários:

Marta disse...

Bom dia. Talvez já tenha ouvido falar dos inovadores serviços de Print On Demand e auto-publicação (self-publishing) que estão a democratizar a edição de livros um pouco por todo o mundo, uma consequência natural da forma como nos habituamos a fazer nós mesmos, o célebre DIY, da internet 2.0.

Não o incomodamos mais com palavrões, visite-nos em www.bubok.pt e experimente os nossos serviços e ferramentas para publicar gratuitamente as suas ideias e ler os autores que já estão a publicar connosco.

Se gostou da Bubok.Pt e pretende ajudar-nos a divulgar este projecto a todos os autores que queiram publicar os seus conteúdos, pedimos-lhe que inclua um link para o nosso blog na sua lista de links: http://www.bubok.pt/blog/

Se precisar de algum esclarecimento, não hesite em contactar-me: marta.furtado@bubok.com.

Anónimo disse...

Eu também estive lá (contigo)!!!

eXTReMe Tracker

  © Feira das Conspirações! - Santa Maria da Feira - Portugal - Maio/2008

Voltar ao Início